Disfunção Erétil: O que é? Causas, Sintomas e Tratamentos

A disfunção erétil é um problema mais recorrente do que supomos, então, passando por isso ou não, você precisa saber mais, principalmente suas causas.
disfunção erétil

De acordo com a Organização Mundial de Saúde atualmente, 15 milhões de brasileiros – exatamente 30% da população masculina que está economicamente ativa – sofrem com disfunção erétil.

Certamente, esse é um pesadelo para qualquer homem, mas aqueles com mais de 40 anos devem se preocupar mais.

Isso também não significa que os mais jovens não podem ser assolados pelo problema.

Isso porque a depender da causa, este grupo também costuma apresentar disfunção erétil.

O Que é Disfunção Erétil

A v, também conhecida como DE é a incapacidade de obter uma ereção firme o suficiente para manter relações sexuais.

Algumas vezes é chamado de impotência sexual, embora este seja um termo usado com menor frequência atualmente.

A DE não é algo tão incomum e muitos homens podem experimentá-la em momentos de estresse. No entanto, quando acontece frequentemente, pode indicar outro problema de saúde como hipertensão ou diabetes.

A disfunção erétil também pode ser um sinal de dificuldades emocionais ou de relacionamento.

Neste caso, quando a causa vem como uma espécie de efeito colateral de outras doenças, o melhor é procurar um tratamento para a raiz d problema.

Sintomas da Disfunção Erétil

Na maioria das vezes, quando se fala em disfunção erétil há uma limitação à incapacidade de ter uma ereção firme, mas existem outras condições e sintomas que entram no jogo. Veja quais:

  • Dificuldade em ter uma ereção ou ainda de manter a ereção durante as atividades sexuais;
  • Interesse por sexo reduzido, ou seja, falta de libido;
  • Ejaculação precoce ou atrasada;
  • Anorgasmia, isto é, incapacidade de o orgasmo após ampla estimulação;

Se você sofre com algum destes sintomas, o melhor é conversar com seu médico, especialmente se durara mais que 3 meses.

Apenas um profissional pode dizer se os sintomas são causados por uma condição subjacente ou se requer algum tipo de tratamento mais específico.

Possíveis Causas da Disfunção Erétil

Existem várias causas possíveis para disfunção erétil, e eles podem incluir condições físicas ou emocionais.

Sendo assim, estas são as causas mais comuns:

  • Doenças cardiovasculares, diabetes ou ainda hipertensão;
  • Obesidade e também colesterol alto;
  • Desequilíbrios hormonais, inclusive diminuição da testosterona;
  • Doença renal ou idade aumentada;
  • Depressão, ansiedade e estresse;
  • Determinados medicamentos, geralmente são aqueles usados para tratar doenças como pressão alta ou depressão;
  • Distúrbios do sono, uso de drogas ou ainda problemas de relacionamento;
  • Excesso e álcool e também de cigarro;
  • Doenças como esclerose múltipla ou Parkinson e doença de Peyrone;

Percebeu como somente um profissional pode descobrir o que está causando a disfunção erétil?

São muitas possíveis causas e grande parte delas está relacionada a outras condições de saúde.

Por fim, é possível ter apenas um destes sintomas ou a junção de alguns. Nos dois casos temos a DE.

Diagnóstico da Disfunção Erétil

O diagnóstico da disfunção erétil pode passar por várias etapas, incluindo exame físico, avaliação da saúde e igualmente do histórico sexual.

Além disso, testes adicionais podem ser realizados para determinar se os sintomas são causados por condição subjacente.

Exame físico para determinar disfunção erétil

Você deve esperar exame físico em que seu médico vai escutar o coração e pulmões, medir a pressão e examinar pênis e testículos.

Além disso, pode ser necessária a realização do exame retal para verificar a próstata.

Histórico psicossocial

Aqui o médico lhe fará várias perguntas ou lhe fornecerá um questionário para responder.

As perguntas, certamente, serão sobre os sintomas, histórico sexual e histórico de saúde.

A princípio, terá que responder coisas como: tempo em que tem os sintomas, foi gradualmente ou repentinamente, sem tem desejo sexual, se consegue ejacular, ter ereção, etc.

Também nos perguntam sobre como anda o relacionamento, se passamos por algum estresse, quais medicamentos usamos e se temos alguma doença.

Seus hábitos também farão parte do questionário, então prepare-se para dizer se fuma, bebe álcool, dorme bem e outros.

Testes adicionais

Os médicos ainda podem solicitar testes adicionais que ajudam a diagnosticas a disfunção erétil e suas causas.. São estes:

  • Ultrassom: A ultrassonografia geralmente é solicitada para examinar s vasos sanguíneos do pênis e isso pode identificar algum problema com o fluxo sanguíneo na área;
  • Teste de tumescência peniana noturna (NPT): Um dispositivo portátil e com bateria é usado na coxa.

Por conseguinte, o intuito é avaliar a qualidade das suas ereções noturnas.

Os dados ficam todos armazenados e podem ser acessados por seu médio em outro momento.

  • Teste de injeção: Durante o teste um medicamente é injetado no pênis e causará uma ereção. Então, o médico avaliará qualidade da mesma e o tempo que dura.
  • Urina: Também é necessário fazer exame de urina para diagnosticar a disfunção erétil. O intuito é verificar se há diabetes ou outras doenças.
  • Sangue: Por fim, pode ser preciso fazer exames de sangue também para identificar patologias e disfunções hormonais e da tireoide.

Tratamentos Para Disfunção Erétil

disfunção erétil

Enfim, vamos falar sobre os possíveis tratamentos para a disfunção erétil.

  • Medicamentos: É possível a prescrição de medicamentos que ajudam a gerenciar os sintomas provocados pela disfunção erétil.

Todavia, você pode precisar experimentar vários tipos de remédios até encontre um que funcione.

Em resumo, estes medicamentos têm a capacidade de estimular o fluxo sanguíneo na região do pênis.

Então, confira alguns que são comercializados atualmente:

  • avanafil (Stendra)
  • sildenafil ( Viagra )
  • tadalafil (Cialis)
  • vardenafil (Levitra, Staxyn)

Destes, o mais popular aqui no Brasil é o viagra e provavelmente, você sabe disso.

  • Psicoterapia: Como já mencionei aqui, diversos fatores psicológicos podem causar DE, incluindo: Ansiedade, estresse, depressão e transtorno de estresse pós-traumático.

Sendo assim, se estiver sofrendo com disfunção erétil psicológica, poderá se beneficiar da psicoterapia.

Tudo aqui se resume a terapia com um profissional de saúde mental. Às vezes o parceiro pode ser convidado a participar.

  • Bombas de vácuo: Esse tratamento utiliza a criação de vácuo para estimular a ereção.

Desse modo, o sangue é atraído para pênis enquanto o dispositivo é usado, levando à ereção.

  • Tratamentos naturais: Pode-se tratar a DE com compostos naturais e eu tenho uma sugestão incrível!

O Tribulus da Tradicional Medicina Chinesa é um composto 100% natural e que traz ingredientes milenares da cultura chinesa.

disfunção erétil

Não se trata de mais um composto e sim de um produto de alta tecnologia, testado e com resultados comprovados.

Sendo assim, essa pode ser a solução final para seu problema com disfunção erétil.

Além de melhorar e tornar a ereção mais longa, o Tribulus da Tradicional Medicina Chinesa ainda fornece mais energia e vitalidade e aumenta consideravelmente a libido.

Quer saber mais sobre o Tribulus da Tradicional Medicina Chinesa, então leia o post dedicado a ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *